Tem CadÚnico? Veja 3 benefícios que estão liberados para os inscritos

Publicidade



O Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) do Governo Federalista é um banco de dados que permite a identificação de famílias de baixa renda que precisam de ajuda financeira. É por meio desse cadastro que os programas sociais são repassados e que os grupos garantem chegada aos benefícios sociais ofertados.

Publicidade



Leia mais: Bolsa Família está guardado em 2023 para quem recebe o Auxílio Brasil?

Ele foi regulamentado em 2007 por meio do Decreto Federalista nº 135. O cadastro não garante a inclusão automática das famílias nos programas sociais, visto que cada um deles tem as suas próprias regras de inclusão. Sendo assim, os projetos são instituídos com o intuito de facilitar as pessoas a viverem com distinção no país.

Desse modo, confira logo inferior três benefícios ofertados aos brasileiros inscritos no CadÚnico.

Auxílio Brasil

É atualmente o maior programa de repasse de renda do país, garantindo um valor mínimo suficiente para a sobrevivência de grupos que estão em situação de pobreza ou extrema pobreza. O programa veio durante o governo Bolsonaro para substituir o já muito publicado Bolsa Família. Foi instaurado a partir de 2021.

Ele atende as pessoas que se encontram com as seguintes rendas:

  • Até R$ 105 por pessoa;
  • Entre R$ 105 e R$ 210 por pessoa;
  • Famílias em regras de emancipação.

Ou por outra, é preciso que os grupos também estejam cadastradas no CadÚnico e que se enquadrem no público-alvo definido, ou seja, esteja vendo em situação de muita vulnerabilidade financeira.

ID Jovem

O ID Jovem é um programa lançado em 2016 pelo Governo Federalista com o intuito de prometer a acessibilidade de jovens a diversos benefícios, uma vez que aos descontos e vagas gratuitas em passagens para  viagens interestaduais. Demais, é provável conseguir também meia-entrada em eventos culturais, cinema, shows e alguns outros.

Para solicitar sua ID Jovem, é preciso que o cidadão tenha entre 15 e 29 anos, esteja em situação de vulnerabilidade social e seja inscrito no cadastro já mencionado. É preciso também que tenha renda familiar de até dois salários mínimos. O último requisito é ter um Número de Identificação Social (NIS).

Vale gás

Ele tem o intuito de facilitar as famílias de baixa renda a prometer o gás de cozinha em suas casas. É liberado bimestralmente. A equipe de governo estabelece qual será a quantia do repasse em seguida a divulgação mensal do valor médio do botijão, que é liberado pela Filial Vernáculo de Petróleo (ANP).

O pagamento é realizado a cada dois meses e feito com o valor correspondente a 50% do preço médio pátrio.

Por termo, levante é um dos únicos benefícios que não exige a realização de qualquer letreiro para receber o recurso, visto que o repasse do valor é feito para as famílias já inscritas no CadÚnico. O que é importante lembrar é que a prioridade é para as famílias que são lideradas por mulheres e mulheres vítimas de violência doméstica.

Publicidade



Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *